Publicado por: eizamaria | março 4, 2015

O QUE SIGNIFICA PARA MIM POSSUIR A VIDA ETERNA

O QUE SIGNIFICA PARA MIM POSSUIR A VIDA ETERNA

Bem, é Jesus que me dá essa certeza.É um presente que recebemos.
Se reconheço que sou pecadora e aceito Jesus Cristo confessando que ele é o filho de Deus, meu Senhor e Salvador, eu tenho a vida eterna.

Possuir vida eterna, é ter vida de intimidade com Deus. É render-se totalmente a ele. É se entregar a Deus sem reservas. Resumindo: é ter um furo na orelha (Exodo 21:6)

Em 1753, João Wesley publicou uma “oração de aliança” baseada num texto escrito quase cem anos antes:

“Já não sou meu, mas teu.
Faça de mim o que desejares, coloque-me em contato com quem quiseres.
Dê-me tarefas, dê-me sofrimento.
Empregue-me em tua obra ou deixa-me de lado,
Exaltado ou humilhado por ti.
Que eu seja cheio, que eu seja vazio.
Que eu tenha tudo, que eu não tenha nada.
Entrego de coração todas as coisas ao teu prazer e à tua disposição.
E agora glorioso e bendito Deus,
Pai, Filho e Espírito Santo,
Tu és meu e eu sou teu. Que assim seja.
Que a aliança que estabeleço nesta terra
Seja ratificada no céu. Amém”.

Estamos preparados para fazer com sinceridade essa oração?

Publicado por: eizamaria | junho 21, 2014

AOS CUIDADOS DO PAI

“ENTÃO CLAMAM AO SENHOR NA SUA TRIBULAÇÃO; E ELE OS LIVRA DAS SUAS ANGÚSTIAS. FAZ CESSAR A TORMENTA, E ACALMAM-SE AS ONDAS. ENTÃO SE ALEGRAM, COM A BONANÇA; E ELE ASSIM OS LEVA AO PORTO DESEJADO. LOUVEM AO SENHOR PELA SUA BONDADE, E PELAS SUAS MARAVILHAS PARA COM OS FILHOS DOS HOMENS” – SALMOS 107:28 à 31.

 

Vinte de junho é uma data muito especial para mim. Além de ser o aniversário de duas sobrinhas que amo muito, a Lilian Bhruna e Beatriz, também é data da minha cirurgia, quando fiz uma mastectomia radical. Começando então uma caminhada em busca da cura. Hoje, faz sete anos. E como Jó posso dizer: “Meus ouvidos já tinham ouvido a teu respeito, mas, agora os meus olhos te viram” Jó 42:5. Durante estes sete anos, tive o privilégio de conhecer o Pai intimamente.  Conheci como é infinita a sua graça e a sua misericórdia. Em tudo, pude ver a mão de Deus. Até mesmo quando em 2012 foi diagnóstico um tumor cerebral maligno no meu único filho. Que hoje está casado com alguém tão especial. Deus cuidou de cada detalhe. Deu a ele uma esposa maravilhosa. Todos nós estamos desfrutando desta bênção, porque há coisa melhor do que ver o filho feliz?

Se você que está lendo este texto, estiver passando por momentos  difíceis, quero lhe dizer que:  “Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará as suas  próprias preocupações. Basta a cada dia o seu próprio mal” – Mateus 6:34.

Nossos problemas são como um enorme feixe, que não dá pra ser  levado de uma só vez.  Devemos levar um pouco a cada dia. Nunca sofrer  antecipadamente. Vamos deixar tudo AOS CUIDADOS DO PAI?

Publicado por: eizamaria | outubro 30, 2013

OUTUBRO ROSA

“Eis que o nosso Deus, a quem nós servimos, é que nos pode livrar; ele nos livrará do forno de fogo ardente, e da tua mão ó rei. E, se não, fica sabendo , ó rei, que não serviremos a teus deuses……..” Daniel 3:17/18.

Enquanto aguardava pela cirurgia, na enfermaria, meditava na Palavra. Assim como Sadraque, Mesaque e Abednego,  eu falava com meu Deus: O Senhor pode me livrar desta mastectomia, mas, se não, eu continuarei firme na fé,  circunstância alguma me afastará de Ti. Só peço que não deixa a minha família ficar decepcionada contigo, Pai. Que todos possam entender que o nosso Deus nunca nos deixa sem resposta. Às vezes Ele diz sim, às vezes não ou, espera.  E todos entenderam perfeitamente o plano de Deus em minha vida. E depois de cinco anos, novamente entramos na fornalha ardente, e, novamente o nosso Deus nos deu o livramento. Enfrentamos a fornalha e deixamos o resultado com Deus. São nestes momentos que podemos sentir a presença de Deus e sabermos que não há limites para o que Ele pode fazer. Posso dizer com toda certeza que Deus transformou nossa adversidade em bênção. “VENHO DE TANTAS TEMPESTADES QUE ATÉ  PERDI O MEDO DE CHUVA”.  Outubro Rosa,  mês da campanha contra o câncer de mama e aí, fico lembrando o tempo todo dessa minha passagem pelo deserto.  Apenas lembranças.  Fico fazendo um balanço de tudo o que passei e, realmente se não fosse a presença do Pai em minha vida, o seu cuidado, me levando no colo, eu não teria resistido.  Foram oito meses de quimioterapia, daquele tipo “derruba macho”.   Sempre falava com o meu Deus o seguinte:  Pai, não vale a pena passar por  tudo isso, se não for para consolar outras pessoas com essa experiência que estou vivendo, se não for para o meu amadurecimento espiritual. Prefiro morrer logo. Porque o sofrimento não terá sentido.    Foi aí que descobri que o sofrimento é a grande escola de Deus. Aprendi muito e continuo aprendendo.  Sábias palavras do apóstolo Paulo: “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai  das misericórdias e o Deus de toda consolação, que nos consola em  toda  a nossa tribulação, para que também possamos  consolar os que estiverem em alguma tribulação , com a consolação com que nós mesmos somos consolados de Deus.” – II Corintios 1:3 e 4

careca um

Nunca devemos olhar para as circunstâncias ao nosso redor. Temos que ter o olhar centralizado. Não foi à toa que a cruz de Cristo estava no centro. Então…….. vamos fixar o nosso olhar bem no centro. Nunca olhar para os lados, nem para baixo. Veja, Pedro  estava andando sobre as águas ao encontro de Cristo, mas quando resolveu olhar para baixo teve medo e começou a sucumbir (Mateus 14:22 à 36). Não olhe para o diagnóstico médico. Se tiver que passar por uma mutilação, uma quimioterapia, fique sabendo que  o Pai das misericórdias estará contigo. Deus não dá um fardo para levarmos se não tivermos condições de suportar. Ele conheça nossa estrutura. Foi Ele que nos fez. (Fomos feitos à mão, com muito carinho).  Assim como Ele foi com os amigos de Daniel, será contigo  também. Ele Ele será a quarta pessoa na fornalha. E assim, você amiga(o), poderá desfrutar de uma intimidade com Deus tão grande e vai entender que algumas conquistas espirituais  mas profundas são alcançadas na fornalha da aflição. Como afirmou Martinho Lutero

“Eu nunca soube o significado da Palavra de Deus até que entrei  em aflição”  Foi assim que aconteceu comigo. Mas digo, é muito difícil  viver experiências amargas depois de pedir o auxilio divino.  Mas com o passar do tempo a gente percebe que tudo foi um grande aprendizado. Uma demonstração do amor do Pai. Nos momento de aflições devemos trocar aquela velha pergunta  “por quê” por um “pra que”.

“ENTÃO  CLAMAM AO SENHOR NA SUA TRIBULAÇÃO; E ELE OS LIVRA DAS SUAS ANGÚSTIAS” – SALMOS 107:28

Jonathan Edwards disse” Tomo a decisão de viver com todas as minhas forças enquanto viver: Tomo a decisão de não perder um minuto de tempo  e melhorar o uso  do meu tempo da maneira mais proveitosa que puder. Tomo a decisão de não fazer nada que não deveria, ainda que fosse a  última hora de minha vida”   Eu, tomo a decisão de ser feliz.  Lançando sobre Ele  toda a minha ansiedade, porque sei que Ele está cuidando de mim.  Uma música que gostava de cantar enquanto tomava a quimio: ROMPENDO EM FÉ.  Cantava com o coração. Confesso que às vezes o meu companheiro ao lado até resmungava. A minha alegria às vezes incomodava alguns.

A careca se resolve com uma peruca...

A careca se resolve com uma peruca…

...ou com um lenço

…ou com um lenço

O carinho da família é fundamental.

O carinho da família é fundamental.

Meu marido, meu companheiro de luta.  Presente em todos os momentos . Louvo a Deus por sua vida

Meu marido, meu companheiro de luta. Presente em todos os momentos . Louvo a Deus por sua vida

Um anjo em minha vida. Sofreu demais com o meu tratamento.  Obrigada meu Deus pela vida da minha irmã Ezeni

Um anjo em minha vida. Sofreu demais com o meu tratamento. Obrigada meu Deus pela vida da minha irmã Ezeni

Meu filho, um dos motivos para eu querer viver.

Meu filho, um dos motivos para eu querer viver.

Perdi o cabelo, mas não perdi a alegria!

Perdi o cabelo, mas não perdi a alegria!

IMAG0206

“Cada vez que a minha fé é provada
Tu me dás a chance de crescer um pouco mais
As montanhas e vales, desertos e mares
Que atravesso me levam pra perto de TI
Minhas provações não são maiores que o meu Deus
E não vão me impedir de caminhar
Se diante de mim, não se abrir o mar
Deus vai me fazer andar por sobre as águas
Rompendo em fé, minha vida se revestirá do teu poder
Rompendo em fé, com ousadia vou mover o sobrenatural
Vou lutar e vencer, vou plantar e colher
A cada dia vou viver rompendo em fé”

Comunidade Evangélica da Zona Sul – Rompendo em Fé

Publicado por: eizamaria | junho 20, 2012

MINHAS DUAS CAIXAS

“GRANDES COISAS FEZ O SENHOR POR NÓS, E POR ISSO ESTAMOS ALEGRES” – SALMOS 126:3

Assim como o salmista, eu também   posso dizer:”Grandes coisas fez o Senhor por nós, e por isso estamos alegres”. Alegres, digo “Alegres” porque a vitória é de toda familia que sofreu de mãos dadas comigo. Hoje, dia 20 de junho faz cinco anos que fui operada. E durante estes anos só tive motivos para me alegrar no Senhor. Como Deus tem cuidado de mim!!!!. Desde o dia do diagnóstico do cancer ate hoje,  Ele tem caminhado comigo, não me senti sozinha em momento algum. Quando vou ao consultório para fazer exames de rotina, fico espantada com os relatos  que ouço dos pacientes. Quanto sofrimento. Esposas abandonadas pelos esposos, pois não aceitam uma mulher mutilada. Pacientes que vão desenvolvendo outras doenças, devido a baixa imunidade. São tantos os desabafos que a gente ouve que se não for forte sai de lá destruida emocionalmente. Nestes momentos é que posso sentir a mão de Deus sobre mim, o Seu cuidado constante. É quando me lembro do Salmo 16:11 que diz:”Far-me-as ver a vereda da vida; na tua presença há abundância de alegrias; à tua mão direita há delicias perpetuamente”. Se o Senhor estiver ao nosso lado, nossas tristezas são transformadas em alegrias. O escritor  Hernandes Dias Lopes diz que “As tempestades não vem para nos derrotar, mas para nos fortalecer, não para nos desviar da rota, mas para nos ensinar que Cristo faz o seu caminho na tormenta” E as tempestades são passageiras e pedagógicas. Para mim foi um grande aprendizado. Faz-me lembrar de uma ilustração que tem tudo a ver com a minha história.

As duas caixas

Deus deu-me duas caixas e disse:
– Coloque todas as suas tristezas na caixa cinza e todas as suas alegrias na caixa azul.

Tempos depois eu percebi que a caixa azul estava muito mais pesada que a caixa cinza e fiquei um pouco confuso, pois, se tive muitas alegrias na vida, também não me faltaram tristezas. Como, então, a caixa de alegrias podia pesar tão mais que a caixa de tristezas?

Curioso, abri a caixa cinza e ela estava vazia, pois tinha um buraco no fundo. Então, eu perguntei: Senhor, deste-me uma caixa furada e minhas tristezas desapareceram. Onde elas foram parar?

– Elas vieram se apresentar diante do meu altar e as devolvi para você.
– Para mim? Mas elas não estão comigo.
– É que eu as devolvi transformadas.
– Transformadas? Como assim, meu Senhor?
– Transformadas em alegria. Olhe a sua caixa azul e você vai entender.

Abri a caixa azul e lá estavam todas as minhas alegrias (como foi bom contá-las todas de uma vez). Mas, lá estavam também as minhas tristezas, com uma carinha diferente, transformadas em alegrias.

E é assim comigo, minha caixa cinza está sempre vazia.

Publicado por: eizamaria | janeiro 28, 2012

Nada me faltará

Em 2007 , quando passei pelo tratamento de cancer de mama, durante a terrível reação da quimioterapia, deitada na cama, de olhos fechados, ficava a meditar em cada versiculo deste Salmo.

“O Senhor é o meu pastor, nada me faltará” – Não me faltou sofrimento. Também não me faltou a presença do Bom Pastor. Não me faltou consolo, amor, segurança, vontade de lutar pela vida. NADA ME FALTOU. Podia sentir a presença do meu Bom Pastor, quando passava entre 4 à 7 horas, naquele box, reservado para aplicação da medicação. Era um momento só meu e Dele.  A enfermeira passava para dar uma olhadinha em mim, saber se estava tudo bem, e ficava feliz com a minha felicidade. Pra quem nunca teve um momento de intimidade com Deus, não pode entender o que estou falando. Saia dali, sabendo que em poucas horas teria reações terríveis, mas isto não me abalava. O Senhor é o meu Pastor, isto basta. É o suficiente para me deixar feliz.

Jesus, o Bom Pastor, me fez repousar em pastos verdejantes. Dizem que s ovelhas só deitam para descansar se estiverem alimentadas. Sentia-me como uma ovelha bem alimentada, podendo assim, descansar sem nenhum temor.

 Meu Bom Pastor, ele foi um refrigério para a minha alma,  conduzindo-me às águas tranquilas, para para que eu passasse por um amadurecimento espiritual. Para um relacionamento mais íntimo entre a ovelha e o seu Pastor.

Por duas vezes passei pelo vale da morte. Primeiro, quando meu filho nasceu. Naquele centro cirúrgico, a equipe médica não acreditava que eu saisse dali viva.Naquele momento só minha mente fncionava, e o tempo todo pensava neste salmo. Eles não acreditavam na minha recuperação, eu podia ouvir os comentários. Mas para a surpresa deles, nem na UTI fiquei. Falaram: aconteceu um milagre.O nosso Bom Pastor, vai além da medicina.

Anos depois lá estava eu novamente no mesmo vale. Mas o meu Bom Pastor não me deixou sozinha. Ali estava Ele comigo. Sustentando-me com o seu cajado, para eu me manter de pé. A Tua palavra e o Teu doce Espírto foi a minha fortaleza.

Durante a minha caminhada, ervas venenosas tentaram nascer para me envenenar. Se estamos bem alimentados espiritualmente, não sentimos desejo de participar do banquete de satanás. o bom Pastor sempre  prepara o melhor para nós.

Nestes momentos de fragilidade, o inimigo sempre tenta plantar alguma coisa negativa em nossas mentes. São como as moscas que pertubam a cabeça das ovelhas. Ouvi de um ministro de igreja que aquele cancer que tive foi devido ao meu pecado.  Ouvi também de outra pessoa o seguinte: “Voce está curada? uma amiga minha também estava e já morreu”. Houve muitas outras investidas do inimigo. Nada que foi dito contaminou minha mente, não fui afetada, porque “TU ME HONRAS UNGINDO A MINHA CABEÇA COM ÓLEO…..” Aleluia!

Resumindo: O SENHOR É O MEU PASTOR – isto basta para mim.Estou feliz com o meu Bom Pastor e quero viver para sempre em sua presença.

Obrigada Jesus.

Publicado por: eizamaria | agosto 1, 2011

UMA MÃE CHAMADA JOQUEBEDE

Estava lendo Exodo 2:1 à 10 e fiquei pensando, que faria eu se estivesse no lugar de Joquebede?  Ficou grávida justamente na época em que Faraó decretou que todo menino recém-nascido  das hebréias, fosse lançado ao rio Nilo.  E ela deu à luz aquele lindo menino! Que futuro incerto, infeliz, daquela criança aos olhos humanos. Mas sua mãe não temeu os maus rumores. Não olhou para as cirscunstâncias ao seu redor que eram totalmente contra ela. Seus olhos estavam fixos no Deus que tudo pode. O Deus do impossível. Foi corajosa , escondendo o bebê por tres meses (versículo 2). Mas chegou o momento em que não dava mais para esconder aquela criança. Foi estrategista, quando teve aquela brilhante ideia de pegar um cesto feito de junco e o vedou com pinche e betume e nele colocou o seu amado bebê, colocando em seguida entre os juncos à beira do rio, exatamente onde a filha de Faraó desceria para tomar o seu banho. Contou com a ajuda de sua filha mais velha. Familia é assim, unida nos momentos difíceis. Joquebede sabia que Deus colocaria seu filho Moisés de volta em seu colo. E assim aconteceu, foi escolhida pela filha de Faraó para amamentar e cuidar daquele bebê. E assim Joquebede, zelosa pode ficar com seu filho até ele crescer. E ela foi uma boa influência na vida dele. Tanto que quando ele foi morar no Palácio de Faraó, o seu caráter não foi influenciado pela cultura egípcia, pelos costumes do palácio. Não se deslumbrou com o poder. No seu íntimo, continuou sendo um hebreu. Preocupado com os seus irmãos hebreus, a ponto de cometer um crime, matando um egipcio que maltratava um dos hebreus.   Creio que Moisés não se adaptou naquele novo ambiente. A educação que sua mãe lhe deu foi fundamental para a construção do seu carater, tornando Moisés no maior lider espiritual de todos os tempos, depois de Jesus.

Tudo isto me leva a pensar na criação dos filhos nos nossos dias. Filhos são criados pelas babás, ou passam todo o dia numa creche, ou com a vizinha que recebe um pequeno salário para cuidar deles. Que triste! Vão adquirindo o carater da babá, ou da monitora da creche ou daquela vizinha.  Porque as mães sao obrigadas a trabalhar. Muitas fazem o papel de mãe e pai. Não tem tempo de dedicar algumas horas de suas vidas aos seus filhos, moldando  o seu caráter. Não veem seus filhos crescerem. Não desfrutam deste presente que Deus lhes deu.

Para termos sucesso na formação do caráter de nossos filhos é necessario sermos:

– corajosas

– estrategistas

– zelosas

– Acima de tudo, sermos mulheres guiadas pelo Espírito Santo, vivendo o vedadeiro evangelho de Cristo.

 

Joquebede foi tudo isto.

Publicado por: eizamaria | junho 21, 2011

Gratidão

“Bendito seja o Senhor, que de dia em dia nos cumula de benefícios; o Deus que é a nossa  salvação”- Salmos68:19

Vinte de Junho,  uma data inesquecivel para mim. Estou com o meu coração transbordando de alegria e gratidão ao meu Deus pelas bênçãos alcançadas. Hoje comemoro quatro anos de vitória contra o cancer. Quatro anos de experiência com Deus. Posso dizer, uma vida de intimidade com o Pai. O meu Deus, não me livrou da fornalha, mas ficou comigo na fornalha . Foram momentos difíceis para mim e para minha familia. Momento de aprendizado. O SOFRIMENTO É UMA ESCOLA, e sei que sai aprovada desta escola. Nunca me senti desamparada por Deus, pelo contrário ,quando soube do diagnóstico, fiquei      em paz, não me desesperei, porque sabia que o meu Deus levaria o meu fardo. Sabia que “MUITAS SÃO AS AFLIÇÕES DO JUSTO, MAS O SENHOR O LIVRA DE TODAS” – Salmos 34:19.     Por que me desesperar se sei que “Todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles  que amam a Deus”?  E se o apóstolo Paulo em sua carta aos Filipenses diz que” Posso todas as  coisas naquele que me fortalece”-Filipenses 4:13 ,  eu entendi que poderia passar por este deserto, porque o meu Deus estaria comigo.

Devemos ser gratos a até mesmo pela esperança que falhou.

O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã.(Salmo 30:5b)

Publicado por: eizamaria | dezembro 25, 2009

NATAL PIRATA

NATAL PIRATA

Originalmente o termo pirata foi usado para designar os marinheiros que roubavam ouro e demais joias e riquezas dos navios espanhóis (AURELIO, 1986). Ou seja, pirata era aquele que roubava o fruto do trabalho de outrem.
Hoje em dia, o termo ganhou mais força para designar, também aquilo que é enganoso, falsificado, mentiroso, e, por excelência, criminoso.
E daí… piratearam o natal de Jesus!
O pirateado ficou tão mais propagado que muitos, inclusive, alguns cristãos, na prática não o vê como falso, ao ponto de ensiná-lo aos seus próprios filhos! MEU DEUS

Preste atenção:

No natal verdadeiro há uma criança numa simples manjedoura. No falso, enganoso e mentiroso – o Natal Pirata, há um velho gordo sentado num trenó e, vê se pode?! com renas que voam!
No natal verdadeiro, autêntico e original, há o presente de Deus para os homens: Jesus Cristo!

No falso, mentiroso e fraudulento Natal Pirata, há presentes de homens para homens:

Papai Noel! O Pirata Mor!

Na mensagem do natal fraudulento, enganoso e mentiroso – natal pirata: É noel sentado no trono dos shoppings para iludir criancinhas inocentes levadas por homens e mulheres de boas intenções (disso dizem: o inferno está cheio).

Na mensagem do natal autêntico original e verdadeiro, é Jesus, o cristo para morar no trono dos corações dos “Homens de Boa Vontade!”

Ao contrário das mercadorias pirateadas, que são muito mais baratas, o Natal Pirata é muito mais caro do que o orginal, para celebrá-lo bem você precisa de muito dinheiro!

Porém, para celebrar o natal verdadeiro, o de Jesus, basta apenas corações agradecidos e lábios cheios de louvor a Deus pelo ser presente ao mundo: natal autêntico, verdadeiro e genuíno:

JESUS, O FILHO DO DEUS VIVO!

Homens e mulheres de boa vontade, PAZ!

Texto do Pr. Joel Baptista de Souza

Pastor da Primeira Igreja Batista em Cubatão – SP



Publicado por: eizamaria | setembro 4, 2009

ORTOREXIA ESPIRITUAL

Li um artigo sobre “ortorexia espiritual” escrito pelo Pr. Carlos Leite da Silva, no Jornal “O BATISTA PAULISTANO”. de março/abril de 2007. Gostei e quero compartilhar com os meus amigos e irmãos em Cristo.

“Ortorexia” era uma palavra desconhecida para mim, afinal não conheço e nem falo grego, e assim, como eu, muitas pessoas também desconhecem esta palavra. Mas agora vamos aprender: – é a junção de duas palavras gregas:

– ORTHOS   – que significa correto

– OREXIS – que significa apetite.

Mas não significa” bom apetite” ou “apetite correto”. Tem haver com aquele tipo de pessoa que só come alimentos orgânicos ou funcionais, que de acordo com os manuais de nutrologia, combatem e previnem doenças.

Segundo o Pr. Carlos, é uma doença que so ataca pessoas de alto poder aquisitivo. O pobre não pode se dar a esse luxo, cultivar estas manias ou fobias.  Pode ser considerado um sintoma de distúrbios como  a bulimia ou anerexia.

Agora vamos falar da “ortorexia Espiritual”, expressão criada pelo Pr. Carlos Leite da Silva. Ele diz que “tem muitos crentes se alimentando espiritualmente com substâncias de altos teores de contaminação espiritual. Comem de tudo que se vende nos  “açougues” espirituais que existem e para todo tipo de crentes, que as comem sem nada perguntar para não ficar com “problemas de consciência”.

E que estrago esses crentes fazem na Igreja.

Eles esquecem do evangelho puro e simples  que é pregado no livro de Atos.

Nos revoltamos com aquele lixo importado da Ingleterra e, só ficamos em paz quando o mesmo foi devolvido ao seu país de origem.  Mas com relação a nossa vida espiritual, além do lixo que é produzido em nosso país, ainda importamos lixo. Lixo cultural de outros países que nós vamos aceitando e achando normal. Por exemplo, o halloween, festas juninas, sem falar dos pregadores e escritores que  apenas estão preocupados em vender os seus produtos.

Vamos tomar cuidado com tudo o que vemos, lemos e ouvimos. Precisamos pedir discernimento a Deus .  Não vamos ser como a galinha que come qualquer imundicia. Vamos ser como a águia.  Todo cuidado com a nossa alimentação espiritual é pouco. Temos nos alimentado de muito lixo através da TV, literatura, filmes que parecem tão inocentes.

Há também  muitas  igrejas que não estão  preocupadas com o tipo de alimento que estão oferecendo às pessoas famintas de Deus. É por isso que vemos tantos cristãos obessos  ou anêmicos espirituais. Uma falsa saude . Porque nós somos o que comemos. E esse evangelho pregado nos dias atuais não é o evangelho da cruz. É o evangelho tipo “Lei de Gerson”, o crente tem que levar vantagem em tudo.  Onde ser próspero é ter bens materiais.  É não ter que dobrar os joelhos para pedir auxilio ao pai nos momentos difícieis (pois tudo para eles é um mar de rosas). Não dependem de Deus. Apenas determinam e pronto: abênção  vem. (será)? Deus para eles não passa de o “Gênio da Lâmpada”.   São os SUPER CRENTES.

Vamos consultar mais o nosso MANUAL DO FABRICANTE, que se chama BIBLIA, porque só ela conhece cada milímetro do nosso ser. E só ela pode nos conduzir à uma dieta saudável.

Publicado por: eizamaria | junho 21, 2009

FESTAS JUNINAS

Estamos vivendo a euforia das festas juninas. Festa que em nome da cultura, as escolas exigem que seus alunos participem.  Mas será que os professores passam realmente o significado destas festas para seus alunos? Gostaria de saber.

Não consigo entender porque as pessoas, geralmente as crianças, durante os festejos usam roupas rasgadas, ou com remendos ridículos. O porque de pintarem alguns  dentes  só para fazer de conta que é banguelo(a). As meninas com aqueles vestidos rodados, às vezes, um chitão horroroso, alguns são bonitinhos. Uma maquiagem ridícula. Parece mais uma reunião de imbecis.

Afinal, é uma homenagem  ou um deboche que fazem ao homem do campo? Cidadão simples e pacato, que merecem todo  o nosso respeito.

Para mim tudo isto não passa de uma humilhação.

Diante deste quadro “cultural”, que imagem as crianças da cidade tem do homem do  campo? Que valores a nossa sociedade está passando para as nossas crianças? Quem é este  “caipira” para elas?  Com certeza, um pobre coitado, um mal cheiroso, um cérebro de ameixa. Uma humilhação!  E ainda chamam isto de cultura?

São os caipiras os responsáveis pelo alimento que chega à nossa mesa. E será que no momento de nossas  refeições  lembramos  de agradecer a Deus pela vida deles?
São eles que lavram a terra, plantam e colhem “o pão nosso de cada dia”.

Deveriam receber  homenagem.

E o que me deixa ainda mais triste é ver as igrejas evangélicas, aderindo a estas festas, que tem sua origem no paganismo – culto a deusa Juno, que era realizado nas épocas da colheita. E mais tarde a igreja católica que comemorava as Festas Joaninas  (nascimento de João Batista) fez uma adaptação e passaram a homenagear S. João, Stº Antonio e S.Pedro, recebendo assim o nome de Festas Juninas. Nâo passa de uma fusão de paganismo + religião + folclore. E os evangélicos tomando parte deste banquete? Voltando ao Egito, é?

E seus filhos pais cristãos,como ficam nesta história?

Older Posts »

Categorias