Publicado por: eizamaria | junho 20, 2012

MINHAS DUAS CAIXAS

“GRANDES COISAS FEZ O SENHOR POR NÓS, E POR ISSO ESTAMOS ALEGRES” – SALMOS 126:3

Assim como o salmista, eu também   posso dizer:”Grandes coisas fez o Senhor por nós, e por isso estamos alegres”. Alegres, digo “Alegres” porque a vitória é de toda familia que sofreu de mãos dadas comigo. Hoje, dia 20 de junho faz cinco anos que fui operada. E durante estes anos só tive motivos para me alegrar no Senhor. Como Deus tem cuidado de mim!!!!. Desde o dia do diagnóstico do cancer ate hoje,  Ele tem caminhado comigo, não me senti sozinha em momento algum. Quando vou ao consultório para fazer exames de rotina, fico espantada com os relatos  que ouço dos pacientes. Quanto sofrimento. Esposas abandonadas pelos esposos, pois não aceitam uma mulher mutilada. Pacientes que vão desenvolvendo outras doenças, devido a baixa imunidade. São tantos os desabafos que a gente ouve que se não for forte sai de lá destruida emocionalmente. Nestes momentos é que posso sentir a mão de Deus sobre mim, o Seu cuidado constante. É quando me lembro do Salmo 16:11 que diz:”Far-me-as ver a vereda da vida; na tua presença há abundância de alegrias; à tua mão direita há delicias perpetuamente”. Se o Senhor estiver ao nosso lado, nossas tristezas são transformadas em alegrias. O escritor  Hernandes Dias Lopes diz que “As tempestades não vem para nos derrotar, mas para nos fortalecer, não para nos desviar da rota, mas para nos ensinar que Cristo faz o seu caminho na tormenta” E as tempestades são passageiras e pedagógicas. Para mim foi um grande aprendizado. Faz-me lembrar de uma ilustração que tem tudo a ver com a minha história.

As duas caixas

Deus deu-me duas caixas e disse:
– Coloque todas as suas tristezas na caixa cinza e todas as suas alegrias na caixa azul.

Tempos depois eu percebi que a caixa azul estava muito mais pesada que a caixa cinza e fiquei um pouco confuso, pois, se tive muitas alegrias na vida, também não me faltaram tristezas. Como, então, a caixa de alegrias podia pesar tão mais que a caixa de tristezas?

Curioso, abri a caixa cinza e ela estava vazia, pois tinha um buraco no fundo. Então, eu perguntei: Senhor, deste-me uma caixa furada e minhas tristezas desapareceram. Onde elas foram parar?

– Elas vieram se apresentar diante do meu altar e as devolvi para você.
– Para mim? Mas elas não estão comigo.
– É que eu as devolvi transformadas.
– Transformadas? Como assim, meu Senhor?
– Transformadas em alegria. Olhe a sua caixa azul e você vai entender.

Abri a caixa azul e lá estavam todas as minhas alegrias (como foi bom contá-las todas de uma vez). Mas, lá estavam também as minhas tristezas, com uma carinha diferente, transformadas em alegrias.

E é assim comigo, minha caixa cinza está sempre vazia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: